bueiro, me abrace forte!

domingo, 14 de julho de 2013

e se a solidão já está assim tão palpável, eu quero mais é chupar suas tetas e esperar que ela chupe as minhas de volta. dessa puta, eu quero o mínimo de consideração. eu, que também sou puta e não faço nada de graça. é, eu vim aqui pra tratar da minha foda. eu vim deitar minhas palavras onde ninguém mais lê. eu caguei e sentei. é só o meu montinho de merda. é só a minha bunda branca e gorda sentada no monte de merda que eu fiz. e a solidão aqui - a minha putinha safada - com quem eu finalmente posso foder sem chorar. finalmente. e ela tem tanta sorte por eu ser carinhosa. 

Nenhum comentário: