bueiro, me abrace forte!

quinta-feira, 14 de março de 2013

e daí? e daí que eu assassinei todos os meus amores. nada mais me pertence. porque a verdade é que foi (e é) sempre cada um por si.