bueiro, me abrace forte!

sexta-feira, 22 de julho de 2011

mas nem com cerveja na augusta, cigarrinho e filme do woody allen eu tô me convencendo. nem com braço fechado de tatuagem, cabelo desgrenhado e barba por fazer eu tô me deixando levar. era para ser uma pergunta, mas a resposta é tão óbvia que machuca. enfim.

tá chovendo merda no meu coração. ou tá chovendo no meu coração de merda. whatever, essa ferida seca agora me encobre inteira e essa rua suja tá me fodendo devagar enquanto todos os outros correm ao mesmo tempo. meu propósito foi ficar para trás e engolir sua poeira. foi puxar sua fumaça sem reclamar.

me ame e me perca. me ignore e me vença. funciona.

Nenhum comentário: