bueiro, me abrace forte!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

não faz sentido

a gente faz de tudo pra não acreditar
e quando não acredita
quer revogar o pedido
e fica só o gosto amargo na garganta:
o sabor de não ter volta.

Um comentário:

Leonardo Xavier disse...

Algumas vezes, eu confesso que é até melhor não acreditar, do que se iludir.