bueiro, me abrace forte!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

por enquanto

eu me escondo atrás do bafo de cerveja e tabaco. vou caindo nos (a)braços errados só pra não sentir a frieza do chão. mas não há risco. porque não me arrisco. escolho a dedo.

Nenhum comentário: