bueiro, me abrace forte!

domingo, 24 de abril de 2011

Sobre a carne

A ferida exposta

e a razão oculta.

Nenhum comentário: