bueiro, me abrace forte!

quarta-feira, 9 de março de 2011

“Negócio seguinte: o sonho acabou e, depois, não sobrou mais nada.”

Nenhum comentário: