bueiro, me abrace forte!

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

under your shoes

Pra você o mesmo céu. Pra você, a mesma saudade empacotada. Larguei em cima da mesa quando saí.  Parti sem levar nada. Pise sem medo nisso tudo que um dia foi amor. Pise em tudo que já ofereci, sorrisos ou lágrimas. Pise nos abraços, nos silêncios mais incômodos, nas horas mais impróprias em que liguei, nas noites de sono perdidas. Pise em tudo que um dia foi seu sem saber, nas cartas que não escrevi, nas palavras que não proferi. Pise nos meus medos mais inocentes, na minha não-entrega, na minha privação, nos gestos que contive.

Mas pise devagar. 

Eu quero que você sinta.

Nenhum comentário: