bueiro, me abrace forte!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

É setembro

e talvez eu possa quebrar a cara num copo de cachaça e fazer da minha história bem maior do que ela é, na curta realidade que me sobrou.

Nenhum comentário: