bueiro, me abrace forte!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Non, Je ne Regrette Rien




"O amor sempre fugiu de mim. Nunca fui capaz de manter o homem que eu amava em meus braços por muito tempo."
   
"Eu tinha uma necessidade desesperada, quase mórbida, de ser amada, ainda mais porque eu sentia que era feia, ruim, não tão amável."
Edith Piaf