bueiro, me abrace forte!

terça-feira, 6 de julho de 2010

Quando se trata de você, eu sempre acabo dizendo a coisa errada. Sempre. Desde o dia em que nos conhecemos. É, eu não sei o que acontece. Acho que nunca soube lidar com minhas garras afiadas. Mas isso já não importa. Apóio meus cotovelos na mesa e te desejo boa sorte.
Mantenha-se distante de mim.

Nenhum comentário: