bueiro, me abrace forte!

domingo, 23 de maio de 2010


Garçom, pode descer toda a prateleira. 

Decidi que vou sofrer pelo amor que nunca tive.

Nenhum comentário: