bueiro, me abrace forte!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

(falando bem baixinho e pausadamente, com todo meu cuidado maternal, bêibe)


Então é assim: você vai se apaixonar. Resista o quanto puder, mas, no fim, será em vão. Você pode rejeitar (ou desviar de) uns dez, uns vinte, uns cem. Não adianta, sempre haverá um filhodaputa à sua espera, e de braços abertos ainda. Ou não. Tanto faz. Você vai se apaixonar e ponto. E não será por algo inanimado, entenda isso de uma vez por todas. Além de entender, aceite. Pois o primeiro passo é a aceitação. E talvez você se apaixone por vários ao mesmo tempo. Talvez. Mas não se condene por mais essa falha, afinal, com ou sem essa possibilidade, você vai se foder. Em diversos graus e dimensões. Literalmente, até. E por n motivos. Não importa. Você vai se foder, com toda a crueldade e naturalidade, mais cedo ou mais tarde. Vezes o bastante para você se perguntar porra, de novo? Sim, de novo. E, buscando se ausentar da responsabilidade, você encontrará um culpado. Ótimo. Mas nem isso te inocenta, simplesmente porque não faz a menor diferença.

só não se esqueça de tirar a cara do meio da merda. aprenda que é sempre cada um por si.

Nenhum comentário: