bueiro, me abrace forte!

terça-feira, 16 de março de 2010

A última coisa que se pode dar de si


Amor será dar de presente ao outro a própria solidão? Pois é a última coisa que se pode dar de si.

Clarice Lispector