bueiro, me abrace forte!

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Trancada

Não tenho nenhuma chave, mas esmurro a porta do amor com toda força.

Nenhum comentário: