bueiro, me abrace forte!

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Talvez tenha chegado a hora de não olhar mais para trás. Ainda que o céu pareça desbotado, ainda que os gostos estejam amargos, ainda que os rostos estranhos lembrem um rosto tão conhecido. Ainda que lateje a falta. Talvez seja preciso ajustar o foco, direcionar o olhar para outras coisas e pessoas. Talvez seja isso, mesmo com tantas incertezas, juntar os cacos.

Nenhum comentário: