bueiro, me abrace forte!

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Resisto e desisto e despedaço. Insisto. "Machuca mas não mata". A vida me joga isso na cara todos os dias. "Você não vai morrer, você não vai morrer disso" são as palavras estancadas no meu peito furioso e às vezes muito cansado. Mais um dia e há sempre um novo erro a ser cometido. Então eu resisto e desisto e despedaço. Mas insisto. Porque machuca mas não mata.

Nenhum comentário: