bueiro, me abrace forte!

domingo, 1 de novembro de 2009

A verdade é que estamos cansados. Cansados da rotina, da mesmice e até dos porres e do cheiro de cigarro impregnado na roupa e nos cabelos. Estamos fodidos. Estamos fodidos mesmo. E agora meu corpo oscila para lá e para cá na tentativa de esbarrar em outro corpo que me sustente. Não encontro. Mas também não desabo. Não existe chegar perto, não existe chegar lá. Nem sequer um tapa na cara para acordar. Todos se esquivam, todos fogem, todos vivendo suas vidas. Não tenho pressa. É domingo, wow!

Nenhum comentário: