bueiro, me abrace forte!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Novembro engole minhas palavras. Eu fico esperando que me devolva. Mas não devolve. Não vomita. Nem sequer sorri.

Nenhum comentário: