bueiro, me abrace forte!

terça-feira, 29 de setembro de 2009


Ainda que você tente se controlar, inevitavelmente, acabará por seguir os rastros dela. Lambendo os restos, os cacos e as quinas que ela te deixou. Porque é só isso que você é capaz de fazer: rastejar e lamber.

E ela nem te considera.

Nenhum comentário: