bueiro, me abrace forte!

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Mais uma dose
de solidão
ergamos nossos copos
façamos mais um brinde

Um brinde aos traidores
e aos traídos
aos amargos
e doloridos

Brindamos
tragamos
sentados nesse bar
observamos o vento levar as cinzas

E assim
recolhemos todos esses pedaços
é só vida
não há o que reclamar.