bueiro, me abrace forte!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Sou forte mas também destrutiva. Sou inquieta e áspera e desesperançada. Às vezes me arranha como se fossem farpas. Corro perigo como toda pessoa que vive. E a única coisa que me espera é exatamente o inesperado.

Clarice Lispector

Nenhum comentário: