bueiro, me abrace forte!

terça-feira, 12 de maio de 2009

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.

Porque é preciso não perder a calma nunca.



Porque é preciso não perder a calma nunca.
Porque é preciso não perder a calma
Porque é preciso não perder
Porque é preciso...

Nenhum comentário: