bueiro, me abrace forte!

domingo, 13 de abril de 2008


Acho que bebi um oceano na noite passada. Ainda sinto seu gosto em minha boca. Ah, essa noite que durou meses! Despertei hoje cedo com manchas de sangue, hematomas e uma dor dilacerante. Fiz merda, com certeza... Mas e daí? A vida é assim mesmo, é uma merda só. Uma porra de uma merda sem fim.


Eu deveria ouvir mais a minha vodka, ah, eu deveria!

Nenhum comentário: